15:31 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    agente do Serviço de Informações de Segurança (SIS)

    Pego no flagra: agente português acusado de jogo duplo

    © flickr.com/ Philippe Put
    Mundo
    URL curta
    256501

    O membro do Serviço de Informações de Segurança (SIS) foi detido em Roma sob acusação de venda de informação secreta da OTAN a um oficial da inteligência da Rússia, informa o jornal inglês The Telegraph.

    O agente Frederico Carvalhão, que pode ser um agente duplo, era um dos membros do SIS que se ocupava de questões de segurança interna e da luta com o terrorismo.

    Foi divulgado que Carvalhão tinha visitado várias capitais europeias em que ele se encontrava com agentes russos. Ele estava sob vigilância do SIS desde o ano de 2014.

    Carvalhão foi detido, bem como o seu interlocutor russo, no dia 21 de maio na cidade de Roma por agentes da Eurojust (um organismo que ajuda o Serviço Europeu de Polícia) e por agentes dos serviços secretos da Itália no momento em que o agente português tentava vender a informação secreta para o russo.

    Segundo a informação do jornal português Diário de Notícias, os homens foram pegos no flagra. Os documentos, que deveriam ser vendidos, foram também confiscados durante a detenção.

    Depois da detenção, na casa de Carvalhão foram realizadas buscas, como resultado das quais foi determinado que Carvalhão tinha começado a contatar com o agente russo há pelo menos dois anos.  Segundo a informação do jornal português, o interlocutor de Carvalhão não era funcionário da embaixada russa e não possuiu imunidade diplomática. 

    Mais:

    Português é preso na Itália tentando vender segredos de Estado a espião russo
    OTAN quer começar investigação em Portugal
    Tags:
    buscas, investigação, informações, ilegal, venda, detido, agentes russos, espião, Frederico Carvalhão Gil, Itália, Rússia, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik