08:06 14 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Partes do gasoduto South Stream (Corrente do Sul) no local onde foi iniciada a construção do gasoduto, Sérvia, 11 de julho de 2014

    Putin fala sobre o futuro do gasoduto South Stream

    © AFP 2019 / ANDREJ ISAKOVIC
    Mundo
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    O presidente russo Vladimir Putin declarou nesta terça-feira (7), após se reunir com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, que a Rússia ainda não desistiu de realizar o projeto de construção do gasoduto South Stream (Corrente do Sul).

    "Existem dificuldades de natureza política com a Turquia. Mas nós ainda não desistimos definitivamente de nenhum dos projetos [South Stream e Turkish Stream]. Precisamos apenas uma posição clara da Comissão Europeia" – explicou Putin.

    No fim de 2014, Moscou anunciou o cancelamento do South Stream, que deveria fornecer gás da Rússia à Itália e à Áustria através do Mar Negro e da Bulgária, Sérvia, Hungria e Eslovênia. O projeto foi cancelado em grande parte por causa da posição da Bulgária, que se opunha a sua realização por pressão dos EUA e da Comissão Europeia.

    Naquela altura, foram avançados planos para substituir o South Stream pelo Turkish Stream (Corrente Turca), mas este segundo projeto também acabou sendo interrompido após o incidente envolvendo o caça russo Su-24, abatido pela aviação turca no espaço aéreo da Síria em novembro de 2015.

    Em fevereiro deste ano, o representante especial da Rússia na União Europeia, Vladimir Chizhov, informou sobre a possibilidade de o projeto do gasoduto South Stream ser reiniciado.

    Mais:

    South Stream está morto mas pode renascer
    União Europeia pode ter que recorrer ao gasoduto South Stream
    Tags:
    futuro, gasoduto, South Stream, Vladimir Putin, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar