21:14 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Viktor Yanukovich, ex-presidente da Ucrânia

    Rússia se recusa a entregar o ex-presidente da Ucrânia às autoridades de Kiev

    © Sputnik / Andrei Mosienko
    Mundo
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    A Rússia respondeu com recusa ao pedido de Kiev de entregar o ex-presidente da Ucrânia Viktor Yanukovich às novas autoridades daquele país, informou à imprensa, nesta segunda-feira (6), o porta-voz oficial da Procuradoria Geral russa Aleksandr Kurennoi.

    "Após a análise do pedido da Procuradoria-Geral da Ucrânia sobre a ordem de detenção e prisão provisória de Viktor Yanukovich foi deixada sem execução por motivos previstos no artigo 3 da Convenção Europeia de Extradição de 13 de dezembro de 1957" – disse Kurennoi.

    Foto de arquivo: o então primeiro-ministro da Ucrânia Nikolai Azarov (à esquerda) e o presidente da Ucrânia Viktor Yanukovich antes da XII reunião do Partido das Regiões em Kiev
    © Sputnik / Grigori Vasilenko
    Yanukovich fugiu para a Rússia em fevereiro de 2014, após seu governo ter sido derrubado em consequência de um golpe de Estado. No início de 2015 o Ministério Público da Ucrânia iniciou o processo judiciário contra o ex-presidente e solicitou a sua extradição à Moscou. O seu nome chegou a aparecer como procurado no site da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), mas acabou sendo removidos em julho de 2015.

    Após o golpe de 2014, o novo legislativo ucraniano mudou a Constituição do país e anunciou eleições presidenciais antecipadas, o que resultou na eleição do atual presidente Pyotr Poroshenko. Yanukovich, que continua residindo na Rússia, nunca passou oficialmente por um processo de impeachment.

    Em maio deste ano, o advogado de Yanukovich informou que o ex-presidente não mudou de cidadania, residindo na Rússia como cidadão ucraniano.

    Tags:
    recusa, Viktor Yanukovich, Rússia, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar