10:53 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Aleppo, na Síria

    Um plano insidioso: pregadores sauditas tentam organizar provocações na Síria

    © REUTERS / Muzaffar Salman
    Mundo
    URL curta
    2017

    Pregadores wahabitas da Arábia Saudita chegaram à Síria com o objetivo de convencer militantes na Síria para combaterem durante o mês sagrado do Ramadã (festa islâmica), comunica uma fonte na província Aleppo.

    “Cerca de 40 pregadores wahabitas formados em instituições educativas especiais localizadas no… noroeste da Arábia Saudita chegaram à região de Aleppo e Qalamoun oriental que fica perto de Damasco. Eles chegaram com o objetivo de convencer os terroristas da Frente al-Nusra, bem como os militantes dos grupos Ahrar ash-ham e Jaish al-Islam que se consideram como parte da oposição, que as limitações impostas aos muçulmanos durante o Ramadã não abrangem os jihadistas”, disse a fonte.

    A mesma fonte acrescentou que os militantes planejam realizar uma série de ataques terroristas e capturar várias posições estratégicas que neste momento estão sob controle de Damasco.

    A Síria vive desde 2011 em estado da guerra permanente e, segundo dados da ONU, já perdeu mais de 250 mil pessoas. As tropas do governo sírio combatem vários grupos rebeldes e organizações militares, bem como grupos terroristas, incluindo o Daesh e a Frente al-Nusra, ambos proibidos na Rússia.

    O Ramadã é o nono mês do Calendário islâmico, este ano ele irá decorrer no período entre 6 de junho e 5 de julho; os muçulmanos devem jejuar de dia durante todo esse mês.

    Mais:

    ONU considera uso de helicópteros para fornecer ajuda humanitária na Síria
    Rússia está disposta a cooperar intensivamente com EUA na Síria
    Tags:
    pregadores, terrorista, muçulmanos, jihadistas, Ramadã, Frente al-Nusra, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar