11:58 25 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    264
    Nos siga no

    A União Europeia fez uma advertência oficial à Polônia por causa da reforma do Tribunal Constitucional e agora está considerando a possibilidade de introdução de sanções contra o país, informou nesta quinta (2) o site Financial Times.

    "Bruxelas deu uma avaliação negativa à observação do direito constitucional na Polónia, o que poderá resultar em introdução de sanções pela Comissão Europeia contra Varsóvia, caso esta aceite cancelar as controversas alterações à sua legislação", escreve o jornal.

    O primeiro vice-presidente da Comissão Europeia disse que, embora nenhuma decisão sobre o assunto foi tomada. "Até agora, não conseguimos resolver as principais questões. Continuamos o diálogo, a discussão ainda está em andamento", afirmou ele.

    Como observa o jornal, a crise constitucional começou na Polônia em dezembro com a chegada ao poder do partido "Lei e Justiça" liderado por Jaroslaw Kaczynski. No final de 2015, o presidente da Polônia Andrzej Duda aprovou alterações à lei sobre o Tribunal Constitucional, as quais, de acordo com o correspondente do FT, "paralisaram" seu trabalho.

    A primeira-ministra polonesa Beata Szydlo afirmou na semana passada que estava confiante de que a resolução da crise seria encontrada sem intervenção da Comissão Europeia.

    O ministro das Relações Exteriores da Polônia Witold Waszczykowski, por sua vez, reiterou que a advertência da Comissão Europeia "não é obrigatória" para Varsóvia. Ele também acrescentou que ainda não tinha visto esse documento.

    Segundo o FT, as "controvérsias" entre Bruxelas e Varsóvia têm sido muito discutidas ultimamente porque podem levar a um conflito nas relações entre a Europa e um dos membros orientais mais importantes da União, escreve o jornal.

    Mais:

    Cinco caças MiG-29 fazem pouso não programado em aeroporto civil na Polônia
    Polônia nega que escudo antimísseis da OTAN ameace a Rússia
    Polônia ensina crianças a gostar da OTAN
    Tags:
    sanções, conflito, advertência, controvérsia, tribunal, Comissão Europeia, Witold Waszczykowski, Andrzej Duda, Bruxelas, União Europeia, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar