18:47 16 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Caso foi o segundo em pouco mais de um mês

    Jovem paquistanesa é queimada viva após recusar casamento

    © East News/ Action press/Public Address
    Mundo
    URL curta
    3113

    Maria Sadaqat, uma paquistanesa de 19 anos, morreu nesta quarta-feira, 1, após ser torturada e queimada viva por recusar uma proposta de casamento.

    O incidente teria acontecido há dois dias na vila de Upper Dewal, perto de Islamabad. A jovem foi levada para um centro de queimados do Instituto Paquistanês de Ciências Médicas, mas acabou não resistindo. 

    Sadaqat é a segunda paquistanesa a morrer em pouco mais de um mês em decorrência de questões matrimoniais. Em 29 de abril, o corpo de uma adolescente foi queimado depois de ela ter sido drogada e estrangulada por um conselho municipal no noroeste do Paquistão por ter ajudado uma amiga a fugir de um casamento indesejado.

    Tags:
    Maria Sadaqat, Upper Dewal, Islamabad, Paquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik