17:00 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O vice-primeiro ministro da Rússia Arkady Dvorkovich

    Rússia não planeja reduzir lista de produtos ocidentais embargados

    © Sputnik/ Igor Russak
    Mundo
    URL curta
    150

    Por enquanto, não há planos de redução da lista de produtos alimentícios ocidentais sob embargo russo, declarou aos jornalistas o vice-primeiro-ministro da Rússia, Arkady Dvorkovich.

    "Não está nos planos", respondeu ele aos jornalistas, quando perguntado se a redução da lista de produtos sob embargo seria possível.

    Ao comentar a recente retirada de embargo sobre matérias primas para alimentação infantil, a autoridade russa afirmou que "essa decisão já estava sendo preparada há tempos, por isso não houve surpresas".

    O primeiro-ministro da Rússia, Dmitry Medvedev, assinou determinação, segundo a qual a carne e legumes para produção de alimentação infantil estão sendo retirados da lista de embargo de produtos. Segundo o documento, o controle desses produtos caberá ao Ministério da Agricultura, que também determinará o volume de produtos importados, a partir da necessiadade dos produtores de alimentação infantil. 

    Desde agosto de 2014, Moscou não permite a importação de quase nenhum produto alimentício oriundo de países que adotaram sanções contra a Rússia logo após a reintegração da Crimeia à Federação Russa.

    Mais:

    Grécia é contra extensão automática de sanções anti-Rússia
    É verdade: EUA podem introduzir mais sanções contra a Rússia
    Juncker visita à Rússia mas nega que UE queira levantar sanções
    Parlamento ucraniano exorta Senado francês a manter sanções antirrussas
    Se UE revisar sanções, Moscou fará o mesmo
    Tags:
    sanções, guerra de sanções, embargo, Dmitry Medvedev, Arkady Dvorkovich, Ocidente, Crimeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik