10:04 15 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    CIA

    'Top secret' acabou: CIA deixa antever detalhes de quatro operações

    © AP Photo/ Carolyn Kaster
    Mundo
    URL curta
    219

    Durante a Guerra Fria, a CIA esteve envolvida em uma ampla gama de operações secretas. Detalhes de quatro delas serão divulgados em breve.

    De acordo com um novo relatório do Comité Consultivo para a Documentação Diplomática Histórica junto ao Departamento de Estado (HAC) norte-americano, o departamento tem duas responsabilidades principais:

    "Supervisiona a preparação e publicação atempada de documentos das Relações Exteriores dos EUA e monitoriza a desclassificação de registros do Departamento de Estado".

    O relatório, publicado na semana passada, indica que o HAC pretende desclassificar uma série de missões de espionagem da Guerra Fria.

    "A CIA examina consistentemente tanto documentos específicos como os volumes compilados de forma atempada", diz o relatório, "e em 2015 concordou em revelar quatro ações secretas que serão documentadas em volumes futuros".

    O relatório frisa que nenhum dos relatórios tratará de acontecimentos após a administração de Ronald Reagan.

    O relatório também menciona as dificuldades do departamento em seguir uma lei federal que especifica que todos os registros de eventos devem ser desclassificados, o mais tardar 30 anos após os eventos ocorrerem, a menos que haja razões de força maior.

    Os registos relacionados com a administração Reagan são especialmente difíceis para publicar, dada a importância do sigilo para o ex-presidente.

    Curiosamente, ao tentar justificar o lento progresso do HAC, o relatório acusa a candidata presidencial democrata Hillary Clinton.

    "Com poucas exceções, o Gabinete de Programas e Serviços de Informação (IPS) merece louvor… embora os problemas com recursos e pessoal, agravados pelas controvérsias sobre os e-mails da ex-secretária de Estado Hillary Clinton e problemas correlacionados, tenham impedido os seus esforços".

    Várias décadas podem passar até que os detalhes do mandato da chanceler Hillary Clinton se tornem públicos.

    Mais:

    Será que EUA podem perder base militar no Índico?
    Osama bin Laden foi eliminado graças à CIA... Ou não?
    Tags:
    sigilo, CIA, Hillary Clinton, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik