02:03 21 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da Venezuela

    Maduro chama a mobilização contra 'intervencionismo' da OEA

    © flickr.com/ Joseph Remedor
    Mundo
    URL curta
    653

    O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, pediu a seus seguidores para se mobilizarem contra o "intervencionismo" da Organização dos Estados Americanos (OEA), que pretende discutir a democracia no seu país.

    Na noite desta segunda-feira (30) na reunião com os militares das forças de reserva, que apoiam o governo do atual presidente, Maduro disse:

    "Eu apelo para levantar um poderoso movimento de defesa da paz, da independência e contra o intervencionismo estrangeiro. Não à OEA! Fora a OEA, da Venezuela e da América Latina!"

    De Washington foi relatado que a Argentina, chefe do Conselho Permanente da OEA, pediu uma reunião da organização para tratar da situação da Venezuela, a reunião deverá ser realizada nesta quarta-feira, 1 de junho.

    Nesse dia será realizada em Caracas uma primeira mobilização, principalmente de jovens seguidores de Maduro "contra a intervenção deste vice-ministério das colônias que é a OEA", assim anunciou o porta-voz do Partido Socialista Unido, Jorge Rodríguez, em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (30).

    A OEA também espera a apresentação de um relatório sobre a situação venezuelana por parte do secretário-geral, Luis Almagro, protagonista de um duro choque de opiniões com o presidente Maduro.

    Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon
    © Sputnik/ Ilya Pitalev
    A Assembleia Nacional da Venezuela, parlamento onde a oposição tem a maioria, pediu formalmente que a Carta Democrática da OEA, aprovada em 2001, seja ativada.

    A Venezuela há anos que se recusa a debater os seus assuntos internos na OEA, tendo priorizado a União de Nações Sul-Americanas e a Comunidade de Estados Latino-Americanos e do Caribe.

    Mais:

    Supremo da Venezuela considerou constitucional estado de emergência de Maduro
    Presidente da OEA não é agente da CIA e Maduro 'está louco como uma cabra', diz Mujica
    Maduro denuncia possível intervenção estrangeira na Venezuela
    Tags:
    assuntos internos, intervenção estrangeira, Organização dos Estados Americanos (OEA), Nicolás Maduro, América Latina, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik