23:16 04 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Estupro coletivo no Rio de Janeiro (15)
    0 11
    Nos siga no

    Raí de Souza, de 22 anos, um dos suspeitos já identificados do estupro coletivo de uma jovem no Rio de Janeiro, se entregou à Polícia Civil nesta segunda-feira.

    O suspeito que deve ser levado para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte, também foi ouvido na noite da última sexta-feira (27) e assumiu a responsabilidade pela divulgação das imagens do estupro da adolescente na internet. Na ocasião, ele não estava entre os suspeitos identificados pela polícia como envolvidos no caso.

    A delegada responsável pelo caso, Cristiana Bento, da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), em entrevista nesta segunda-feira, afirmou estar convicta de que houve o estupro. As principais provas, segundo ela, seriam o depoimento da vítima e vídeo divulgado pelos suspeitos.

    O governador em exercício do Rio, Francisco Dornelles, disse que pediu prioridade máxima para a investigação do crime. Dornelles afirmou que, se dependesse dele, a punição seria a pena de morte.

    Tema:
    Estupro coletivo no Rio de Janeiro (15)

    Mais:

    MP: delegado não é mais responsável por investigar estupro coletivo
    Milhares de mulheres marcham em Brasília contra a ‘cultura do estupro’
    Advogada de vítima de estupro quer representar contra delegado
    OAB/Mulher: ‘Mais do que um estupro, foi um crime de ódio contra as mulheres’
    Tags:
    estupro coletivo, Francisco Dornelles, Raí de Souza, Cristiana Bento, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar