02:39 23 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1011
    Nos siga no

    As autoridades ucranianas já começaram a investigar as importações de chocolate e outros géneros alimentícios contendo cacau produzidos na Rússia e vendidos à Ucrânia supostamente a preços de dumping, de acordo com o site do jornal do governo "Uryadovyi Kurier".

    A decisão da Comissão Interministerial de Comércio Internacional foi aprovada na quinta-feira de acordo com os resultados da análise da queixa da Associação Ukrkondprom, que representa as empresas do setor e, nomeadamente,  a corporação de confeitaria Roshen.

    "Desde o período de 2012 a 2014, as importações de algumas espécies de chocolate e outros géneros alimentícios contendo cacau de origem russa provavelmente foram realizadas a preços de dumping, e o nível de margem de dumping não pode ser considerado mínimo, nem o volume das importações insignificante", diz a denúncia.

    O site indica que isto levou a uma redução significativa dos indicadores financeiros e econômicos dos produtores nacionais ucranianos.

    Durante um mês, a agência vai realizar o registo de interessados nesta investigação e, dentro de dois meses, considerará os comentários das partes. A condução do inquérito será efetuada pelo Ministério do Desenvolvimento Econômico e Comércio da Ucrânia.

    Mais:

    Novo conselheiro de Poroshenko dá dicas à Ucrânia
    Nomeação de Rasmussen pela Ucrânia serve 'para chamar a atenção'
    Poroshenko nomeia ex-secretário-geral da OTAN como conselheiro na Ucrânia
    Tags:
    chocolate, Pyotr Poroshenko, Ucrânia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar