21:20 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Ramon Guillermo Aveledo, líder de oposição na Venezuela

    Oposição venezuelana se reúne com mediadores para resolver crise

    © AFP 2018 / Juan Barreto
    Mundo
    URL curta
    314

    Um encontro entre representantes da oposição venezuelana e um grupo de mediadores foi realizado em Santo Domingo, capital da República Dominicana.

    No início de janeiro, o parlamento venezuelano, controlado pela oposição, começou formalmente a funcionar. Em meados de março, a coalizão Mesa da Unidade Democrática (MUD), que controla o parlamento, aprovou o texto de uma lei que pedia um referendo para retirar o presidente Nicolás Maduro.

    No início deste mês de maio, a oposição venezuelana submeteu a autoridades do país uma petição com 1,85 milhão de assinaturas — quase dez vezes mais do que o exigido — para a realização e um referendo para retirar Maduro da presidência.

    Os mediadores foram o primeiro-ministro espanhol Jose Luis Zapatero e os ex-presidentes Martin Torrijos (Panamá) e Leonel Fernandez (República Dominicana), segundo informou no Twitter Jesus Torrealba, secretário-geral da MUD.

    Durante as conversas, a oposição mais uma vez listou os pontos considerados como essenciais para que os adversários de Maduro iniciem um diálogo. Entre eles estava o referendo e a soltura de todos prisioneiros políticos.

    Maduro vem enfrentando uma grande onda de críticas da oposição, descontente com os graves problemas econômicos e sociais do país, que incluem crises em hospitais durante a epidemia do vírus zika, cortes de energia e inflação flutuante.

    Mais:

    Rússia está pronta para ajudar Venezuela a superar crise
    ONU pede diálogo na Venezuela
    Falta de açúcar pode deixar Venezuela sem Coca-Cola
    Tags:
    referendo, política, crise, reunião, oposição, mediação, MUD, Nicolas Maduro, Jesus Torrealba, Martin Torrijos, José Luis Rodríguez Zapatero, República Dominicana, Santo Domingo, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik