19:37 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeira da Argentina

    Argentina condena criminosos da ditadura

    © flickr.com/ Eduardo Amorim
    Mundo
    URL curta
    531

    A justiça da Argentina condenou por unanimidade, nesta sexta-feira, a 20 e 25 anos de prisão, os primeiros réus no mega processo que investiga os crimes contra a humanidade cometidos sob o Plano Condor.

    A pena mais alta foi para o ex-militar Santiago Omar Riveros, de 92 anos, sentenciado a um quarto de século na cadeia como "autor penalmente responsável pelo delito de associação ilícita no marco do denominado Plano Condor", segundo informou o Centro de Informação Judicial (CIJ). 

    "Este é o primeiro julgamento na América Latina que consegue chegar a uma sentença que dê como certo o que sabemos há décadas: a existência do plano criminoso representado pelo Plano Condor", destacou em sua alegação a advogada Luz Palmas Zaldúa, do Centro de Estudos Legais e Sociais (CELS), uma ONG argentina de direitos humanos que representa várias famílias autoras de denúncias.

    Mais:

    Macri abre Argentina para duas bases estratégicas dos EUA: Cone Sul em perigo?
    Filme pornô estreia em evento de família na Argentina
    José Serra em Buenos Aires: a Argentina é o melhor caminho até os EUA?
    Chile começa a enviar gás natural até a Argentina
    Tags:
    Plano Condor, Centro de Informação Judicial (CIJ), Santiago Omar Riveros, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik