18:52 03 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    5116
    Nos siga no

    O presidente dos EUA Barack Obama enviou ao Congresso um relatório sobre a política de contenção dos adversários no espaço. A Casa Branca divulgou sua carta aos chefes de Comissão de Serviços Armados do Senado e da Câmara dos Representantes.

    A mensagem menciona que o relatório é resultado da cooperação entre diferentes agências.

    “O seu objetivo é diminuir os riscos no espaço para os EUA e seus aliados, a segurança e manutenção dos direitos, acesso, possibilidades, capacidades de liberdade das ações dos EUA no espaço. O sucesso exige os esforços de muitos anos de todos os ministérios e de todas as agências, e eu espero o seu apoio”, diz Obama apelando aos legisladores.

    Mais cedo o Pentágono acusou a Rússia e a China de aumento do potencial para atacar os EUA no espaço. A parte preocupante para os militares dos EUA é o destino dos satélites.

    Naquela altura, especialistas avaliaram as declarações do Ministério de Defesa dos EUA como uma tentativa de maximizar o orçamento no quesito da oposição à “ameaça imaginária” durante a preparação do orçamento militar regular. O chefe do Comitê da Duma para Defesa, Vladimir Komoedov chamou as declarações de Washington de "blefe".

    Moscou tem oferecido repetidamente a desmilitarização do espaço. Em abril, o chanceler russo Sergei Lavrov prometeu que o país não será o primeiro de implantar armas no espaço. O Ministério das Relações Exteriores da Rússia também observou que a instalação da objetos nucleares no espaço pode levar a uma corrida armamentista descontrolada. No final do ano passado, a Rússia apresentou um projeto de resolução correspondente para a Assembleia Geral da ONU, que foi bloqueado pelos EUA.

    Mais:

    Visita de Obama: Desmilitarizar sim, mas não o Japão
    EUA: Estados processam governo Obama por decreto sobre acesso de transgêneros ao banheiro
    Obras em aldeia polonesa só podem ser feitas após aprovação de Obama
    Tags:
    militarização, Câmara dos Representantes, China, Rússia, Espaço, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar