21:00 01 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    150
    Nos siga no

    O maior banco de empréstimos da Rússia, o Sberbank, não deve ser privatizado neste nem no próximo ano, segundo afirmou o seu diretor-executivo, Herman Gref.

    Atualmente, o Sberbank opera em diversos países da União Europeia, além de Estados como Bósnia, Sérvia e Ucrânia. 

    "Eu acho que não haverá privatização nem neste ou no próximo ano, mas vamos ver depois disso. Obviamente, nós precisamos levar em consideração que estamos sob sanções agora, e seria muito difícil nos privatizar", afirmou o CEO em entrevista ao jornal Izvestia. 

    "O governo tem apoiado, mas o presidente disse que ainda não é a hora. Certamente, uma decisão política é necessária para começar a privatização. Não houve tal decisão ainda e isso não está no horizonte". 

    Mais:

    Especialista: Banco dos BRICS poderá financiar projetos importantes em áreas carentes
    Roubo a banco de Moscou termina com assaltante morto
    Em primeira reunião com banco, Putin pedirá vice-presidência
    Mudanças políticas no Brasil: chega novo chefe do Banco Central
    Tags:
    privatização, banco, União Europeia, Izvestia, Sberbank, Herman Gref, Europa, Ucrânia, Sérvia, Bósnia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar