02:44 21 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Cidade de Faluja, no Iraque

    Daesh usa ‘escudo humano’ para se defender do Exército do Iraque

    © AP Photo/ Uncredited
    Mundo
    URL curta
    1105

    Combatentes do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico) estão usando os habitantes da cidade de Faluja como “escudos-vivos” para se defender de uma ofensiva do Exército iraquiano, declarou o porta-voz oficial do Ministério da Defesa do Iraque Ahmad Jamal, em entrevista ao jornal russo Izvestia.

    O Exército iraquiano planeja libertar Faluja da ocupação terrorista no decorrer dos próximos dias. A ofensiva começou no início desta semana, e já conseguiu controlar diversas áreas da periferia da cidade, bem como eliminar um dos líderes do Daesh na região.

    De acordo com Ahmad Jamal, os militantes do grupo terrorista ocupam escolas, hospitais e prédios civis para se proteger dos ataques.

    “Os combatentes do Daesh representam a maior ameaça para os habitantes da cidade. Não é nenhum segredo que durante a ocupação de Faluja os extremistas promoveram execuções coletivas e uma série de outros crimes conta a humanidade” – explicou o porta-voz iraquiano.

    Ele destacou que as forças de segurança do Iraque estão realizando um grande trabalho para evitar ao máximo a morte de civis durante a ofensiva.

    Localizada da região oeste do Iraque, a cidade de Faluja vem sendo ocupada desde 2014 pelo grupo terrorista Daesh. Antes da guerra, a cidade era habitada por cerca de 350 mil habitantes.

    Tags:
    escudo humano, Daesh, Faluja, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik