09:58 17 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    O ministro da Defesa do Reino Unido, Michael Fallon, durante uma conferência na Cingapura

    Grã-Bretanha: OTAN assinará acordo para aumentar presença no Báltico em junho

    © AP Photo/ Wong Maye-E
    Mundo
    URL curta
    202

    Os países membros da OTAN, durante a cúpula da organização em junho, a ser realizada em Varsóvia, devem assinar acordo para aumentar a presença militar da aliança nos Países Bálticos, informou o ministro da Defesa da Grã-Bretanha, Michael Fallon.

    "Estamos avaliando o aumento da presença nos Estados Bálticos. Não só nos Estados Bálticos, na verdade, porém um presença mais ampla… Eu penso que, na cúpula em Varsóvia, será celebrado um acordo mais detalhado", disse ele, ao discursar nesta terça-feira para os parlamentares do comitê de defesa. 

    "E nós (Grã-Bretanha) seremos parte dessa presença frontal", disse Fallon.

    Anteriormente, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, declarou que a decisão de fortalecer o flanco oriental da organização já foi tomada. Segundo ele, durante a cúpula em Varsóvia será imprimido o formato final à esta posição. Ele destacou que a presença militar no Leste Europeu será internacional.

    Mais:

    ‘UE e OTAN são mais fortes juntas, mas decisão de ficar é do Reino Unido’
    Polônia ensina crianças a gostar da OTAN
    Países Bálticos querem que OTAN 'se sinta em casa' na região
    OTAN: fortalecimento da Aliança na Europa Oriental é causado pela 'agressão' russa
    Ato da OTAN no Báltico levanta dúvidas sobre postura em relação à Rússia
    Tags:
    OTAN, Michael Fallon, Jens Stoltenberg, Países Bálticos, Leste Europeu, Grã-Bretanha, Mar Báltico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik