06:13 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Helicóptero russo Mi-24 perto da base aérea de Hmeymim na Síria

    Moscou nega relatos ‘falsos’ dos EUA sobre ataque do Daesh contra base russa na Síria

    © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov
    Mundo
    URL curta
    Síria depois de Palmira (73)
    5113

    Os helicópteros russos na Síria estão realizando missões planejadas de combate ao terrorismo e não há baixas na corporação da base aérea russa na Síria, informou o porta-voz do ministério da Defesa da Rússia, general-major Igor Konashenkov.

    "Todos os helicópteros de combate deslocados na República Árabe da Síria estão realizando missões planejadas para destruição de terroristas. Não há nenhuma baixa na corporação da base aérea russa. A autoria dos boatos sobre destruição de um destacamento de de helicópteros de combate russos e de duas dezenas de caminhões foi espalhado por propagandistas do Daesh que, sem sucesso, tentaram "vender" está suposta "notícia" há uns dez dias. Quanto às fotografias da base síria, o equipamento queimado e marcas de explosões estão lá há alguns meses", disse Konashenkov. 

    Segundo ele, os mesmos seriam resultado "de intensos combates pelo aeroporto, conduzidos pelas tropas governamentais contra grupos terroristas armados". 

    "Deixando os floreios de lado e falando de modo claro, parece que a divulgação de informações desse gênero é a "contribuição" ao combate com o terrorismo internacional da parte dos nossos parceiros", concluiu o major-general.

    Na manhã desta terça-feira, a empresa norte-americana de análise geopolítica e de inteligência Stratfor informou em um relatório que Daesh teria destruído quatro helicópteros russos Mi-24, durante um ataque de artilharia contra a base aérea russa na Síria. A empresa alega dispor de imagens de satélite comprovando o fato. 

    Segundo Stratfor, o ataque à base aérea, localizada na província de Homs, nas proximidades da cidade de Palmira, teria acontecido em 14 de maio. No mesmo dia, o grupo terrorista Daesh afirmou que seus militantes teriam destruído quatro helicópteros russos e 20 caminhões com munições.

    Tema:
    Síria depois de Palmira (73)

    Mais:

    Rússia e EUA chegaram ao acordo para coordenar o combate ao terrorismo na Síria
    Rússia e Síria eliminaram 28 mil terroristas
    Aviação russa entrega 36 toneladas de ajuda humanitária em Deir ez-Zor, na Síria
    Rússia: Frente al-Nusra tenta sabotar o processo de paz na Síria
    ONU pediu coordenação no combate ao terrorismo na Síria
    Tags:
    boatos, base aérea, Guerra Civil Síria, Daesh, Igor Konashenkov, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik