06:59 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Airbus A320

    Médico forense: ocorreu explosão a bordo de Egyptair MS 804

    © Sputnik/ Maxim Blinov
    Mundo
    URL curta
    1 0 0

    A análise de restos mortais das vítimas do acidente aéreo com o avião da Egyptair indica que houve uma explosão a bordo da aeronave, informou esta manhã a agência de notícias Associated Press, referindo-se a médico forense.

    O representante da França no grupo de investigadores do acidente nega as informações, divulgadas anteriormente, de que o acidente da Egyptair MS804 teria ocorrido em resultado de uma explosão a bordo da aeronave.

    "Até o momento não tem nenhuma indicação de explosão a bordo do avião. Estas alegações não poderão ser confirmadas até que sejam encontradas ambas as caixas pretas, o que pode demorar”, informou o representante da França entrevistado pelo Sputnik por telefone.

    O comunicado oficial informa que atualmente o grupo de investigadores trabalha na análise dos fragmentos da aeronave que foram levados a capital egípcia, assim como da documentação técnica do avião desde o início das operações até o acidente, além do dossiê da tripulação e informações dos controladores de tráfego aéreo.

    O documento especifica ainda que o território de buscas está dividido em vários setores entre os grupos da França, Grécia e Egito. A prioridade é dada à procura de corpos e à identificação do lugar das caixas pretas.

    Anteriormente as mídias citaram um perito da equipe da investigação (que preferiu anonimato) segundo o qual ocorreu uma explosão a bordo da Airbus A 320 da Egyptair. Nas suas palavras, esta versão do acidente é "lógica" devido a terem sido "recebidos no Cairo 80 fragmentos de corpos humanos, todos muito pequenos, e nenhuma parte inteira do corpo".

    "Não é verdade. Nenhum dos médicos egípcios fez tais declarações", disse Hisham Abdel Hamid, chefe do serviço de medicina forense do país, comentando informações anteriores da mídia.

    Foi comunicado posteriormente que traços de explosivos não foram encontrados ainda.

    Na quinta-feira (19) um avião Airbus A320 com 66 pessoas a bordo, incluindo a tripulação, desapareceu dos radares quando sobrevoava o mar Mediterrâneo, após entrar 10 milhas (um pouco mais de 30 quilómetros) no espaço aéreo egípcio. O voo MS804 fazia a rota de Paris (França) ao Cairo (Egito).

    Tags:
    forense, radares, médico, aviação civil, acidente aéreo, avião, vítimas, Airbus A320, MS804, EgyptAir, Associated Press, Cairo, Mar Mediterrâneo, Egito, França, Paris
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik