22:27 14 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    OSCE controla o movimento do material blindado ucraniano em Donbass

    Tanques ucranianos violam linha de retirada, segundo OSCE

    © REUTERS/ Gleb Garanich
    Mundo
    URL curta
    108

    A Missão Especial de Monitoramento da OSCE (SMM) continua registrando o aumento de violações do regime do cessar fogo na região de Donetsk, comunica o representante da OSCE.

    “No dia 20 de maio o grupo de monitoramento realizou 30 missões de patrulha e registrou o aumento de violações do cessar fogo na região de Donetsk” – disse a fonte.

    Para além das violações, também foi fixada a presença de equipamentos militares fora da zona de segurança, que foram levados pelo exército ucraniano bem como pelos rebeldes para destinos diferentes.

    “Um tanque T-64 levado a reboque foi deslocado para o sul da região de Lugansk e um morteiro (2B9 Vasilek, de 82 milímetros) rebocado por um camião Ural e deslocado para o norte da estrada H-21, perto de povoação de Novoaidar” diz-se num comunicado.

    Reunião entre o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, e o vice-presidente dos EUA, Joe Biden em Davos (Suíça)
    © Sputnik/ Mikhail Palinchak
    Segundo o comunicado, o grupo de monitoramento da OSCE visitou mais uma vez um dos lugares de armazenamento de armas de República Popular de Lugansk, de acordo com as linhas de retirada das tropas, e verificou a permanência de todo o armamento que anteriormente tinha sido retirado da zona de combates e armazenado.

    A questão da regularização da situação em Donbass continua sendo discutida, especialmente durante os encontros do Grupo de Contato em Minsk, que já aprovou três documentos desde setembro de 2014 para pôr fim ao conflito. Mas os confrontos entre as partes continuam ainda após a celebração do acordo de cessar fogo.

    Mais:

    OSCE anuncia nova expansão da missão no Leste da Ucrânia
    Integração à Europa pode roubar florestas da Ucrânia
    Tags:
    equipamentos militares, linha de contato, retirada, violação, cessar-fogo, OSCE, Lugansk, Donetsk, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik