18:34 15 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1272
    Nos siga no

    Plataforma online para venda de produtos russos já funciona na cidade de Heihe, na província de Heilongjiang.

    “Nessa plataforma será possível se comunicar online, realizar transações, monitorar o progresso dessas transações e garantir a segurança do comércio”, declarou o diretor geral da empresa Epindo, Hing Quan.

    Para promover produtos russos na China, a empresa já investiu 20 milhões de yuan, o equivalente a US$ 3,1 milhões.

    A plataforma foi criada no segmento O2O (online to offline) e seu principal propósito é atrair clientes da internet para lojas físicas.

    Segundo estimativas chinesas, o modelo de negócio deve garantir um contato frequente entre exportadores russos e importadores chineses.

    Segundo a publicação online Ruposters, no dia 8 de abril o Ministério de Desenvolvimento Econômico da Rússia, em nome do Presidente Vladimir Putin, preparou um esboço de análogo russo do serviço chinês Alibaba.

    Mais:

    Incêndio em confecção na China deixa pelo menos seis mortos
    Rússia e ASEAN apoiam Código de Conduta no Mar do Sul da China
    China e Paquistão celebram 65 anos de amizade
    Tags:
    China, Rússia, importação, plataforma, venda, Internet
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar