00:00 29 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    005
    Nos siga no

    O secretário geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu, neste sábado, que haja diálogo entre o governo e a oposição na Venezuela ao apoiar a gestão de mediadores internacionais.

    “O secretário geral acompanha os acontecimentos na Venezuela e se sente otimista pelas iniciativas tomadas por parte de ex-chefes de estado e de governo para promover o diálogo entre o governo da Venezuela e a oposição sob supervisão da UNASUL (União de Nações Sul-Americanas)”, diz uma nota publicada no site da ONU.

    Ban Ki-moon, citado por sua assessoria de imprensa, reiterou sua “firme convicção de que o governo e a oposição devem fazer frente aos desafios atuais do país através de um diálogo significativo, cumprindo com o estado de direito e com a Constituição para benefício do povo venezuelano.”

    Os ex-presidentes José Luis Rodríguez Zapatero, da Espanha, Martín Torrijos, do Panamá, e Leonel Fernandez, da República Dominicana, oferecerem anteriormente sua ajuda para facilitar o diálogo entre o governo e a oposição da Venezuela.

    Os três se reuniram na noite de quarta-feira com o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, e no dia seguinte fizeram o mesmo com dirigentes de oposição, entre eles o ex-candidato presidencial Henrique Capriles e o presidente da Assembleia Nacional, Henry Ramos Allup.

    A Venezuela vive um momento de crise política aguda, com embates entre os poderes Executivo e Judiciário, que enfrentam o Legislativo, de maioria opositora, durante um período de crise econômica marcada por recessão, inflação elevada e escassez de bens essenciais.

    Mais:

    Supremo da Venezuela considerou constitucional estado de emergência de Maduro
    Venezuela: Maduro ameaça elevar nível do estado de emergência
    Chávez morreu tentando acabar com ditadura do dólar, diz vice-presidente da Venezuela
    Tags:
    Venezuela, Ban Ki-moon, ONU, diálogo, governo, oposição
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar