06:46 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O presidente boliviano, Evo Morales

    Evo: 'Bolívia não é colônia ianque'

    © REUTERS/ Juan Carlos Ulate
    Mundo
    URL curta
    8694123

    O presidente da Bolívia, Evo Morales, escreveu um tweet para defender os interesses dos produtores de coca de seu país, no qual declarou que "a Bolívia não é uma colônia ianque" e que a folha dessa planta representa a "dignidade e soberania" dos povos da região andina.

    A mensagem do líder boliviano é uma reação à iniciativa do governo norte-americano chamada Lei contra o Tráfico de Drogas Transnacional, que visa reduzir a entrada de substâncias ilegais nos EUA.

    Entre os produtos proibidos pela norma figura a folha de coca, cultivo tradicional que as populações da Bolívia, do Peru, do Equador e da Colômbia consumem há séculos e que é o sustento de muitos agricultores nestes países.


    Mais:

    ONU: Bolívia reduziu produção de coca por quatro anos consecutivos
    Presidente da Colômbia anuncia maior apreensão de cocaína da história do país
    Cocaína afunda submarino nos EUA
    Evo: Bolívia está prestes a assinar acordos de exportação de gás para Peru e Paraguai
    Tags:
    colônia ianque, narcotráfico, substâncias ilegais, drogas, cocaína, coca, folha de coca, Lei contra o Tráfico de Drogas Transnacional, Evo Morales, EUA, Bolívia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik