20:16 20 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Presidente norte-americano, Barack Obama, antes de fazer o seu último Discurso sobre o Estado da União, Washington, EUA, 12 de janeiro de 2016

    Obama promete não intervir na política depois da demissão

    © AFP 2017/ NICHOLAS KAMM
    Mundo
    URL curta
    656021

    O presidente dos EUA, Barack Obama, depois da sua inevitável demissão em janeiro de 2017, não vai se envolver nos assuntos políticos, disse hoje (20) em uma entrevista para a emissora CBS a conselheira do mandatário, Valerie Jarrett.

    "O presidente Obama será um ex-presidente. Ele será um cidadão, como todos os outros e vai se comportar do modo apropriado. Disso eu tenho certeza", disse Jarrett.

    O apresentador pediu-a para explicar as suas palavras, mas a conselheira do presidente continuou: "Essa é uma das coisas que valeram um elogio ao ex-presidente Bush [filho] — e não apenas ao [ex-] presidente Bush, mas também a de alguns membros da sua equipe. Como eles me disseram, "nós tivemos oito anos, agora ficamos devendo-lhes o silêncio".

    "Eu acho que é exatamente assim o presidente [Obama] vai se comportar em Washington… Ele entregará a presidência ao [novo] presidente", concluiu ela.

    Obama está cumprindo o seu segundo mandato de quatro anos como presidente e não tem o direito de se candidatar a um terceiro mandato. O presidente dos EUA disse que, após a conclusão do seus poderes planeja pelo menos por algum tempo ficar a viver em Washington.

    Mais:

    Obama não acredita que Trump conseguirá se eleger para a presidência
    Obama ironiza com campanha eleitoral de Hillary Clinton
    Tags:
    mandato, presidência, demissão, Barack Obama, EUA, Washington
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik