12:51 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Egyptair A320

    Fragmentos encontrados no Mediterrâneo não são do avião procurado

    © flickr.com/ Mike Smail
    Mundo
    URL curta
    0 215 0 0

    A ligação entre os fragmentos encontrados no mar Mediterrâneo e o avião da EgyptAir desaparecido mais cedo nesta semana não foi estabelecida, comunica o presidente do Comitê grego de Segurança Aérea, Athanassios Binos.

    Hoje (20) as Forças Armadas do Egito encontraram os novos fragmentos que provavelmente são do avião A320, ao norte da cidade egípcia de Alexandria situada no litoral do Mediterrâneo, comunica a televisão egípcia, mas até agora a informação não foi confirmada. As buscas continuam.

    O fato da catástrofe foi oficialmente confirmado ontem (19) pela administração da empresa EgyptAir. Mas no entanto, os fragmentos que foram encontrados ontem no Mediterrâneo não pertencem ao A-320, segundo as autoridades da Grécia.

    “Tentamos perceber o que aconteceu. Devemos ser prudentes e não fazer as conclusões infundadas. Decidimos usar o termo ‘avião perdido’ até que a investigação for terminada”, comunicou o ministro da aviação civil do Egito, Sherif Fathy. 

    A questão importante que preocupa não só os parentes das vítimas mas toda a comunidade é essa: qual foi a causa da catástrofe? Agora estão examinadas várias versões preliminares.

    Durante a ultima conversa com controladores piloto do avião disse: “Não há nenhum problema”. A ligação com o avião foi perdida apos o atravessamento da fronteira do Egito. Já foi determinado o lugar aproximado da catástrofe – 280 km da costa do Egito, perto da ilha grega de Karpathos.

    Esta historia tem mais sugestões do que fatos. Enquanto umas falam em ato terrorista a bordo do avião, outros pensam que a catástrofe foi causada por uma falha técnica.

    “Agora só sabemos uma coisa: o avião entrou no espaço aéreo do Egito. Estavam a bordo 7 membros da tripulação, 3 oficiais e 3 agentes de segurança do Egito. É uma situação padrão para os aviões egípcios”, disse o secretário de Estado francês responsável pelo Transportes, Alain Vidalies.

    Os representantes do governo tinham comunicado que eles não excluem a versão do ato terrorista ao bordo do avião desaparecido. Peritos tentam evitar as conclusões idênticas mas entretanto há vários momentos estranhos no que aconteceu. Primeiro, depois do desaparecimento do avião, não foi  registrado nenhum sinal de alerta. Segundo, após a entrada no espaço aéreo do Egito o avião cometeu algumas viradas bruscas.

    Mais:

    EgyptAir confirmou a descoberta dos destroços da aeronave desaparecida
    Avião desaparecido da Egyptair – as buscas continuam
    Tags:
    versão, fragmentos, buscas, investigação, queda, avião, Karpathos, Mar Mediterrâneo, Egito, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik