06:00 16 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0 01
    Nos siga no

    O grupo terrorista Daesh decapitou ou executou pelo menos 49 prisioneiros desde fevereiro de 2015, informou o Human Rights Watch em um relatório divulgado nesta quarta-feira.

    As vítimas incluem cinco combatentes aprisionados, adversários políticos e pessoas acusadas pelo Daesh de espionagem, bruxaria e insulta a Deus, segundo informou o relatório.

    “Como se decapitações e execuções de inimigos não bastassem, o Daesh está causando enorme sofrimento em Sirte até para muçulmanos que seguem suas regras”, afirmou Letta Tayler, pesquisadora para terrorismo e contraterrorismo do Human Rights Watch.

    Enquanto a atenção do mundo está voltada para as atrocidades na Síria e no Iraque, o Daesh “também está passando impune na Líbia”, observou Tayler.

    Sirte fica localizada na costa norte da Líbia, entre as cidades de Trípoli e o santuário terrorista de Bengazi. o Daesh controle cerca de 120 milhas (quase 200 quilômetros) de área costeira na área, segundo o Human Rights Watch.

    Mais:

    Líbia terá petroleira unificada
    Casa Branca admite a possibilidade de novos ataques aéreos contra Daesh na Líbia
    ONU prepara nova resolução sobre tráfico ilegal de armas na Líbia
    Tags:
    execuções, terrorismo, Human Rights Watch, Estado Islâmico, Daesh, Líbia, Sirte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar