14:31 20 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Republican presidential candidate Donald Trump signs autographs for supporters at the conclusion of a Donald Trump rally at Millington Regional Jetport on February 27, 2016 in Millington, Tennessee

    Trump: imigrantes podem voltar a realizar atentados nos EUA do tipo 9/11

    © AFP 2018 / Michael B. Thomas
    Mundo
    URL curta
    0 21

    O presidenciável do Partido Republicano dos EUA Donald Trump fez outra declaração escandalosa sobre os imigrantes.

    O candidato à presidência não excluiu que a imigração nos EUA possa resultar em outra tragédia semelhante ao ataque às torres-gêmeas de 9 de setembro de 2001. Na altura quase 3 mil pessoas morreram no ataque, que se tornou uma das páginas mais tristes na história americana.

    Falando no programa de rádio The Green Line no domingo passado (15), Trump disse que há possibilidade de outra tragédia terrorista, argumentando a sua posição pelo desejo dos terroristas de atrair a atenção pública aos problemas da segurança fronteiriça.

    "Muitas coisas más acontecerão. Serão realizados ataques que vocês não acreditarão. Os ataques serão realizados por pessoas que no momento estão chegando ao nosso país," disse Trump.

    O presidenciável republicano é famoso por seus comentários e opiniões controversas sobre os muçulmanos, as mulheres e os problemas da imigração.

    Não obstante tais posições pouco diplomáticas, de acordo com pesquisas de opinião pública e dados das eleições primárias, mais de metade dos americanos apoiam Trump.

    Em 11 de setembro de 2001 terroristas com ligações à Al-Qaeda sequestraram quatro aeronaves comerciais que fizeram colidir contra o World Trade Center e o Pentágono, matando cerca de 3 mil pessoas. O quarto avião que era dirigido ao Capitólio dos Estados Unidos caiu na Pensilvânia depois de os passageiros terem tentado retomar o controle da aeronave.

    Mais:

    Senadores americanos: Arábia Saudita patrocinou atentado de 9/11
    Tags:
    fluxos migratórios, terrorismo, Donald Trump, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik