04:21 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    5143
    Nos siga no

    O representante oficial da chancelaria chinesa, Lu Kang, declarou nesta quarta-feira (11) que a China é contra militarização e a corrida armamentista no espaço.

    Mais cedo, o jornal Washington Post informou que os representantes do Pentágono opinam que a China e a Rússia estão aumentando o potencial militar para atacar os EUA no espaço.

    "Nós sempre tivemos a posição de que o espaço cósmico deve ser usado só para fins pacíficos. Somos contra a corrida armamentista no espaço aberto. Nós apelamos a todos os países, especialmente àqueles que têm tais capacidades, de se absterem disso," declarou o representante respondendo a respetiva pergunta de um jornalista.

    Lu Kang sublinhou também que a Rússia e a China, bem como vários outros países que partilham da sua posição, uns anos atrás apresentaram uma iniciativa de assinar um acordo sobre a não permissão de militarização do espaço cósmico.

    O representante do Ministério do Exterior da China mostrou esperança em que mais países adiram à iniciativa.

    Enquanto isso, o Washington Post divulgou a postura do Pentágono, que receia que os seus satélites possam ser um alvo fácil.

    O assessor do secretário de Estado dos EUA para o controle de armamentos, Frank Rose, tinha declarado também que "está preocupado com os contínuos desenvolvimentos de armamentos antissatélite pela Rússia e China".

    Tags:
    corrida armamentista, espaço, EUA, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar