10:13 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Rússia Vladimir Putin discursa durante as comemoração do 71º aniversário da vitória na Segunda Guerra Mundial, em Moscou – 9 de maio de 2016

    Por quê Putin não parabenizou líderes da Ucrânia e Geórgia pelo Dia da Vitória?

    © Sputnik / Mikhail Klimentyev
    Mundo
    URL curta
    6152

    Dmitry Peskov, o porta-voz do presidente da Rússia Vladimir Putin, revelou os motivos pelos quais o líder russo não chegou a parabenizar os presidentes da Ucrânia e da Geórgia pelo Dia da Vitória, em 9 de maio, quando todos esses países comemoram a sua vitória sobre o nazismo na Segunda Guerra Mundial.

    Peskov explicou que o silêncio se deu em função da falta de um nível mínimo de diálogo com esses líderes, mas destacou que o mesmo não se aplica aos povos daqueles países, que foram devidamente homenageados no discurso de Putin em 9 de maio.

    “A Rússia nunca a iniciadora daqueles processos negativos que tiveram lugar nas nossas relações bilaterais. A Rússia sempre defendeu a política de boas relações com seus vizinhos e países praticamente irmãos, mas, sem dúvida, no caso da Geórgia, vocês conhecem o precursor da crise que se observa nas nossas relações” – disse Peskov.

    O porta-voz destacou ainda que, na opinião do presidente russo, as relações de crise não devem de forma alguma se dizer sobre os bons sentimentos e as boas tradições das relações entre povos, principalmente, no caso dos povos georgiano e ucraniano, que são tradicionalmente próximos ao povo russo.

    Peskov pediu ainda para que o discurso de Putin de 9 de maio não fosse interpretado como um omissão deliberada da participação de aliados na luta contra o nazismo na Segunda Guerra Mundial. Nas palavras do porta-voz, este ano a fala do presidente teve deu ênfase a outras questões.

    Tags:
    parabéns, Dia da Vitória, Vladimir Putin, Dmitry Peskov, Ucrânia, Geórgia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar