16:28 21 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Alegado assassino do piloto russo Alparslan Celik

    Turquia absolve assassino do piloto do Su-24 abatido

    © Foto: Youtube/Sinan Syr
    Mundo
    URL curta
    Su-24: investigação infinita? (9)
    7122

    Alparslan Celik, que anteriormente se responsabilizou pelo assassinato de Oleg Peshkov, um dos pilotos da caça russa Su-24 abatido pela Turquia na Síria, foi absolvido de todas as acusações pela procuradoria da cidade turca de Izmir.

    Um oficial, que pediu anonimato devido a proibição de falar com a imprensa, revelou a edição Daily Sabah a recente decisão da procuradoria regional de liberar o jihadista depois de 37 dias de detenção.

    Na véspera, o advogado do militante da organização turca nacionalista de extrema-direita Bozkurt, adiantou esta notícia, confirmada agora, embora não oficialmente. Ele explicou que a decisão das autoridades do país é devida à falta de provas contra Celik.

    “Meu cliente é o líder militar de um grupo na zona de combates ao redor da montanha Turkmen. A procuradoria analisou os materiais do caso, que se referem ao assassinato do piloto russo <…> A morte do piloto poderia ter sido provocada tanto por fragmentos de míssil, que atingiram a cabeça ou por hemorragia interna, como pelas quatro balas atiradas nele. Os vídeos disponíveis no Youtube conferem que a distância entre o piloto russo, que estava descendo de paraquedas, e o lugar onde o meu cliente estava no momento de tiros era tão grande que as balas não tinham como atingir o russo de jeito nenhum. Imagine a situação – 500 pessoas na zona de combate atirando simultaneamente. Como é que se sabe da que arma eram aquelas quatro balas? E mesmo que a arma possa ser identificada, é impossível provar a quem ela pertencia”, disse o advogado.

    Alparslan Celik, que anteriormente havia assumido a responsabilidade pelo assassinato do piloto russo Oleg Peshkov, foi detido no dia 31 de março, junto com um grupo de amigos, na cidade de Izmir, no oeste da Turquia, sob acusação de armazenamento e porte ilegal de armas. Na ocasião foram apreendidos fuzis de assalto Kalashnikov, seis pistolas e uma grande quantidade de munições.

    Segundo o canal televisivo RT, Alparslan Celik é um cidadão turco, de 32 anos, que parece ser filho do prefeito de Keban, uma pequena cidade na província turca de Elazig. Celik também pode ser integrante dos Lobos Cinzentos, organização nacionalista de jovens, também classificada como neo-fascista. Outros relatos dão conta de que Celik é comandante do grupo rebelde de turcomanos, que supostamente abriram fogo contra Peshkov quando o piloto ainda estava no ar, descendo de paraquedas.

    O avião russo Su-24 foi derrubado por um caça turco em espaço aéreo sírio no mês de novembro. A Turquia alegou ter abatido a aeronave russa porque esta haveria violado o espaço aéreo turco. Tanto o Estado Maior russo quando o Comando de Defesa Aérea da Síria confirmaram que o bombardeiro russo nunca entrou no espaço aéreo da Turquia.

    O presidente russo, Vladimir Putin, chamou o ataque de "punhalada nas costas". As autoridades de Moscou exigem uma investigação, mas o governo turco não tomou medidas firmes até agora.

    Tema:
    Su-24: investigação infinita? (9)

    Mais:

    Chancelaria russa não responderá à carta de assassino de piloto russo
    Turquia rejeita pedido de extradição de suposto assassino do piloto russo do Su-24
    Mídia turca possui testemunho do assassino do piloto russo
    Tags:
    avião russo, abatido, Su-24, Bozkurt, Alparslan Celik, Oleg Peshkov, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik