16:00 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    A bandeira nacional dos EUA voa sobre o Departamento de Estado em Washington 24 de marco de 2015

    EUA continuam a pressionar Tóquio

    © REUTERS / Yuri Gripas
    Mundo
    URL curta
    13014
    Nos siga no

    Após a visita do premiê japonês à Rússia, os EUA recordam a "importância de uma posição unida" com Tóquio.

    O Departamento de Estado dos EUA lembrou a "importância de uma posição unida" entre o seu país e o Japão depois das negociações de Shinzo Abe com o presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi.

    "Nós realizamos consultas regulares com o governo do Japão sobre uma série de questões regionais e globais. Criticamente importante na nossa atitude em relação à Rússia continua a ser a continuação da unidade entre os nossos parceiros, incluindo a UE e o G7", disse a jornalistas a porta-voz do departamento, Elizabeth Trudeau.

    Presidente da Rússia Vladimir Putin e Primeiro-ministro do Japão Shinzo Abe durante a reunião no Kremlin, 2013
    © Sputnik / Michael Klimentyev
    A porta-voz do departamento recusou comentar os resultados do encontro entre o líder russo e o primeiro-ministro do Japão, recomendando que o pedido fosse dirigido ao governo japonês.

    Shinzo Abe visitou a Rússia no dia 6 de maio. Um dos temas principais das negociações foi a questão das ilhas Curilhas. A mídia também partilhou dados segundo quais Tóquio pretende levar a cabo um programa de cooperação econômica com a Rússia. De acordo com os dados da mídia, o documento inclui oito pontos.

    Mais:

    Mídia japonesa revela detalhes do plano de cooperação com a Rússia
    Vladimir Putin se reunirá com premiê do Japão em Sochi
    Tags:
    relações internacionais, pressão, Departamento de Estado dos EUA, Vladimir Putin, Shinzo Abe, Japão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar