21:49 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Um homem passa perto da cartaz com inscrições Rússia e Sérvia, 17 de outubro de 2014

    Exclusivo: Sérvia, quando está mal, sempre recorre à Rússia

    © AP Photo / Darko Vojinovic
    Mundo
    URL curta
    1101

    O presidente da Sérvia, Tomislav Nikolic, concedeu entrevista exclusiva para agência Sputnik, e teceu comentários sobre os laços de amizade entre o seu país e a Rússia.

    “Certa vez, em Belgrado, eu disse para algum visitante russo, talvez até tenha sido para o presidente Putin — quando o sérvio está mal, chama pela mãe, já a Sérvia chama a Rússia. Depois a imprensa me acusou de ter dito que a Rússia é como uma mãe para mim e que eu deveria ter vergonha, já que sou presidente da Sérvia”, contou Nikolic.      

    “Ou seja, cada palavra minha pode ser interpretada do jeito que convier. Por isso eu, às vezes, me abstenho de comentar algumas coisas. Principalmente aquilo, do que eu não gosto na nossa relação [com a Rússia]. Melhor ficar calado, para que ninguém venha a montar das minhas palavras uma história de conflito entre a Sérvia e a Rússia. Isso é impossível e nunca acontecerá”, garantiu o presidente.

    “Estou grato à Rússia e ao presidente Putin por o Conselho de Segurança da ONU não ter aprovado a resolução sobre Srebrenica, que seria catastrófica para nós. A meu pedido Moscou usou o seu direito de veto e todos sabem como esse procedimento é complexo no Conselho de Segurança. Além disso, estamos gratos a Moscou pela pressão, graças à qual Kosovo não foi admitida na UNESCO. Não podemos evitar tudo que é feito pela civilização Ocidental no sentido de promover Kosovo como um Estado independente, violando normas e princípios existentes. Estou feliz, no entanto, de poder contar com tantos Estados amigos, prontos para nós apoiar — Rússia, China e outros”, confidenciou Nikolic à agência Sputnik.

    Quando perguntado, qual dos líderes mundiais da atualidade ele considerava como um amigo, Nikolic respondeu: “Putin. Pelo menos esta é a minha opinião”.

    Mais:

    Exclusivo: Europa é um mal necessário, diz o presidente da Sérvia
    Presidente da Sérvia: 9 de maio é a data mais grandiosa da história contemporânea
    Por que quer a Sérvia aderir à União Europeia?
    Sérvia quer estar na UE sem negar cooperação com Rússia
    Oposicionista explica papel da Rússia no futuro da Sérvia
    Rússia considera venda de armas defensivas para a Sérvia
    Sérvia quer que União Europeia siga exemplo da Rússia
    Tags:
    Vladimir Putin, Tomislav Nikolic, Sérvia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar