02:53 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Em 9 de maio de 2016, membros da fundação Memória colocam em um caixão os restos de seis soldados soviéticos mortos em combates durante a Segunda Guerra Mundial. O objetivo é serem enterrados em Yurievka, a 25 km ao oeste de Kiev.

    Tudo tranquilo na Ucrânia no Dia da Vitória

    © AP Photo / Sergei Chuzavkov
    Mundo
    URL curta
    Parada da Vitória 2016 (15)
    141

    Vários países celebram neste 9 de maio o Dia da Vitória da Segunda Guerra Mundial. Na Rússia e na Ucrânia, a data é feriado nacional.

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, colocou flores no túmulo do Soldado Desconhecido em Kiev. Ele estava acompanhado pelo primeiro-ministro Vladimir Groisman (recentemente eleito), pelo porta-voz da Suprema Rada (parlamento) Andrei Parubiy e pelo prefeito da capital ucraniana, Vitaly Klichko.

    Depois da cerimônia de colocação de flores, o presidente participou de uma oração militar. Antes de rezar, ele afirmou que a vitória sobre o nazismo foi fruto de esforços conjuntos do Exército Vermelho e Exército Insurreto Ucraniano. Este último é uma força nacionalista, famosa pela sua atuação contraditória na Segunda Guerra Mundial. No ano passado, Poroshenko também elogiava aquela força.

    Durante as celebrações populares em Kiev, houve um confronto entre policiais e militantes de um grupo nacionalista.

    No geral, não há relatos de incidentes graves durante as celebrações do Dia da Vitória. Porém, houve algumas detenções.

    Em Odessa, cidade no sul do país e palco de um incêndio premeditado que matou quase meia-centena de pessoas em 2 de maio de 2014, várias pessoas foram detidas por suspeita de prepararem "provocações", disse o vice-porta-voz da polícia regional, Viktor Vdovin, citado pelo canal 112 Ukraina.

    Já em Dnepropetrovsk, na parte central da Ucrânia, um homem foi detido passeando com uma pistola com munições.

    9 de maio, data que tem as suas origens na época soviética, é o segundo dia comemorativo da vitória na Segunda Guerra Mundial na Ucrânia. O primeiro é 8 de maio, designado como Dia da Memória e Reconciliação.

    Tema:
    Parada da Vitória 2016 (15)

    Mais:

    Veja a Parada da Vitória em Moscou
    Natalia Poklonskaya participa de videoclipe sobre a Segunda Guerra Mundial
    Paróquia da Igreja Russa em SP comemorará vitória da URSS na Grande Guerra Patriótica
    O ensaio da Parada na Praça Vermelha visto por dentro
    Poroshenko espera retorno de Savchenko em ‘várias semanas’
    Tags:
    Dia da Vitória, Vladimir Groisman, Pyotr Poroshenko, Dnepropetrovsk, Odessa, Kiev, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar