03:42 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O líder norte-coreano Kim Jong-un

    Líder norte-coreano não exclui reunificação pela força com Coreia do Sul

    © REUTERS/ KCNA
    Mundo
    URL curta
    41863136

    O líder norte-coreano Kim Jong-un chamou o país a estar preparado para a reunificação pela força com a Coreia do Sul no caso de agressão contra Pyongyang.

    “É necessário manter no Exército Popular o mais alto nível de preparação para as provocações do imperialismo norte-americano e militaristas sul-coreanos contra a nossa república, e, se os inimigos desencadearem uma guerra, será necessário castigar impiedosamente e concluir a obra história de reunificação da pátria”, diz-se no texto completo da intervenção de Kim Jong-un no 7º Congresso do  Partido dos Trabalhadores publicado no jornal local Rodong Sinmun.

    Ele apelou a criar uma tal atmosfera na sociedade em que cada pessoa esteja disposta a começar a reunificação do país.

    “A continuação da cisão nacional é inaceitável, a pátria deve ser unificada na nossa geração”, sublinhou Kim Jong-un.

    No entanto, segundo ele, “as forças externas” não o querem. “É possível alcançar a reunificação do país tanto de modo pacífico, como não pacífico. Embora tenhamos de estar preparados para ambos, todas as forças devem ser aplicados para a reunificação pacífica, já que não queremos que na terra coreana se desencadeia uma guerra e que a nação coreana fique de novo em guerra. É por isso que insistimos na reunificação na forma confederativa”, explicou Kim Jong-un.

    A ideia da confederação do Sul e Norte foi proposta nos anos 60 do século passado pelo avô do líder atual, Kim Il-sung.

    “Embora consideremos o nosso regime e as ideias socialistas excelentes, não impusemos e não os iremos impor à Coreia do Sul”, afirmou Kim Jong-un.

    Mais:

    Ganhadores do Nobel pedem alívio de sanções contra Coreia do Norte
    Fotos de satélite mostram que Coreia do Norte pode estar preparando mais um teste nuclear
    HRW: Coreia do Norte deve reconhecer violações dos direitos humanos
    Coreia do Norte planeja aumentar seu potencial nuclear em resposta às manobras dos EUA
    Tags:
    reunificação, Coreia do Sul, Coreia do Norte
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik