03:12 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    151
    Nos siga no

    Uma das principais instalações de petróleo e gás do grupo norte-americano Chevron na costa sul da Nigéria foi atacada pelo novo grupo armado "Vingadores do Delta do Níger", que emitiu um comunicado para reivindicar o ataque ocorrido na quarta-feira (4) passada.

    ​A explosão da plataforma de Okan foi confirmada nesta sexta-feira (6) pela Marinha do país africano. Seu porta-voz, Chris Ezekobe, disse que as instalações atingidas operavam para receber petróleo e gás destinados ao terminal Escravos.

    "Não podemos, contudo, excluir o envolvimento de ex-chefes rebeldes do delta do Níger, entre eles Tompolo, atualmente procurado e acusado por fraude", acrescentou.

    ​A multinacional com sede nos EUA disse que se viu forçada a encerrar a produção no local, mas que continuará suas exportações.

    Avião de combate EMB-314 Super Tucano
    © AFP 2021 / EVARISTO SA / AFP
    Enquanto isso, o novo grupo armado lançou uma advertência às empresas internacionais de que "os militares nigerianos não podem proteger suas instalações". Além disso, os rebeldes declararam que vão “levar a economia do país a zero", por não terem sido ouvidos, e ameaçaram continuar com os ataques, inclusive em Abuja, a capital, e Lagos, o centro comercial da Nigéria.

     

    Mais:

    Ativistas denunciam violência contra cristãos na Nigéria
    Ataque de mulheres-bomba deixa dezenas de mortos e feridos em mesquita na Nigéria
    Exército do Camarões elimina 92 membros do Boko Haram na Nigéria
    Refugiados nigerianos podem agravar crise de alimentos no Níger
    Tags:
    rebeldes, plataforma, gás, petróleo, explosão, Vingadores do Delta do Níger, Chevron, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar