11:36 20 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA Barack Obama

    Obama: todos os países devem seguir as normas de comércio estabelecidas pelos EUA

    © REUTERS/ Kevin Lamarque
    Mundo
    URL curta
    62430037

    A assinatura do Acordo Estratégico Transpacífico de Associação Econômica (TPP) permitirá aos EUA determinar as normas do comércio internacional a serem seguidas por todos os outros países, disse o presidente Barack Obama.

    “A construção de muros para se isolar da economia global somente nós priva das fantásticas possibilidades oferecidas por ela. Ao contrário, América deve escrever as normas [da economia global]. América deve decidir. Outros países devem jogar segundo as regras estabelecidas pela América e pelos seus parceiros, não ao contrário. O TPP, justamente, é o que nós permitirá fazer isso”, escreveu Obama em seu artigo para o jornal Washington Post. 

    “O mundo está mudando, e as regras mudam com ele. São os EUA, e não países como a China, que devem escrever essas regras”, completou o presidente norte-americano.

    No início de fevereiro, em Nova Zelândia, os ministros do Comércio dos EUA, Canadá, México, Peru, Chile, Japão, Malásia, Brunei, Singapura, Vietnã, Austrália e Nova Zelândia assinaram o Acordo Estratégico Transpacífico de Associação Econômica, no âmbito do qual será criada uma zona de livre comércio.

    O TPP deve ser ratificado por todos os países. Nos EUA, a ratificação deverá ser feita pelo congresso, de maioria republicana e que se posiciona contra o documento.

    Mais:

    Kátia Abreu: Brasil pretende rever acordos em função da implementação do TPP
    Mauro Vieira alerta que Acordo Transpacífico pode prejudicar setor agrícola brasileiro
    Índia calcula perdas provocadas por Acordo Transpacífico
    CNA: tratado transpacífico pode afetar as exportações brasileiras
    Tags:
    Acordo de Parceria Transpacífica (TPP), Barack Obama, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik