12:18 19 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Explosão perto da Grande Mesquita em Bursa, Turquia

    Autoridades turcas afirmam ter impedido 85 'incidentes' de segurança desde janeiro

    © Foto : DHA
    Mundo
    URL curta
    0 02

    A Turquia preveniu 85 possíveis "incidentes" desde janeiro, incluindo 49 envolvendo bombas, segundo afirmou hoje o porta-voz do governo turco, Numan Kurtulmus, na sequência do ataque com um carro-bomba que matou dois policiais e deixou mais de 20 feridos em Gaziantep no último domingo.

    Segundo o ministro do Interior turco, Efkan Ala, embora nenhum grupo tem assumido a responsabilidade pelo atentado, os investigadores não têm dúvidas de que a ação foi cometida por "um membro de uma organização terrorista ligada ao Daesh". Ainda de acordo com ele, cerca de 50 pessoas já foram detidas no âmbito das investigações.

    Nesta segunda-feira, dois foguetes disparados supostamente por jihadistas do Daesh atingiram a cidade turca de Kilis, perto da fronteira com a Síria, matando ao menos uma pessoa e deixando vários feridos. As Forças Armadas turcas responderam logo em seguida com disparos em direção ao território sírio. 

    Mais:

    Explosão no sudeste da Turquia tinha a polícia como alvo
    Professor britânico é acusado de fazer propaganda terrorista na Turquia
    Explosão em mesquita na Turquia deixou 13 feridos - oficial
    Conflito com polícia turca em Istambul faz 1 morto
    Tags:
    ataque, terrorismo, foguetes, Daesh, Efkan Ala, Kilis, Gaziantep, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik