21:21 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Síria depois de Palmira (73)
    0014
    Nos siga no

    O Exército Livre da Síria não irá aceitar o princípio de divisibilidade ou tréguas regionais, segundo comunicado do grupo.

    O Exército Livre da Síria rejeita a ideia cessar-fogo apenas em áreas específicas da Síria e apoia um acordo abrangente sobre uma trégua, integrantes do grupo em um comunicado conjunto neste domingo.

    Rússia e Estados Unidos negociaram um regime de silêncio que está em vigor em Damasco por 24 horas e na província de Latakia por 72 horas, contando a partir de meia-noite do dia 30 de abril. O cessar-fogo nos subúrbios de Damasco já foi renovado por outras 24h — até o fim de 1º de maio.

    “O cessar-fogo com o qual concordamos é, antes de mais nada, um acordo abrangente, que inclui todo o território da Síria, com exceção do território sob controla do Daesh. Nunca, em nenhum caso, aceitaremos o princípio de divisibilidade ou tréguas regionais”, diz o comunicado.

    O documento foi assinado por 37 unidades do Exército Livre da Síria. O grupo também declarou que criará um bloco militar conjunto para contra-atacar em todo o país.

    “Nós — os grupos armados de toda Síria formaremos um único bloco. Qualquer ofensiva que ocorra em uma área onde nossas unidades estiverem presentes será considerada como um ataque contra todas unidades em todo território sírio, e nos reservamos o direito de responder”, diz o comunicado.


    Tema:
    Síria depois de Palmira (73)

    Mais:

    'Regime de silêncio' na Síria é prolongado por mais 24 horas
    Síria: número de assentamentos que aderiram ao cessar-fogo chega a 83
    Frente Nusra bombardeia população em Hama e Latakia, na Síria
    Tags:
    Síria, Exército Livre da Síria, trégua, cessar-fogo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar