16:00 08 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Crise nuclear das Coreias (56)
    18154
    Nos siga no

    Qualquer proposta voltada para a atenuação da situação na península coreana é digna de consideração, revelou o representante permanente da China na ONU, Liu Jieyi, ao comentar as declarações de Pyongyang sobre a interrupção de seus testes nucleares em troca do fim de exercícios militares conjuntos dos EUA e da Coreia do Sul.

    Nas palavras do diplomata, a solução desses difíceis impasses na península coreana precisa de uma abordagem multifacetada. Ele acredita que, sozinhas, as sanções e restrições adotadas contra a Coreia do Norte não darão conta de resolver o problema.

    O Comando Estratégico dos EUA confirmou a informação de que Pyongyang teria realizado na quinta-feira (28) dois lançamentos malsucedidos de mísseis balísticos de médio alcance. Na semana passada, o país declarou ter realizado com "grande sucesso" um outro lançamento míssil balístico a partir de um de seus submarinos. Esta última informação, no entanto, foi desmentida pela Coreia do Sul.

    Na quinta-feira, o chefe do Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Liu Jieyi, declarou à agência de notícias Associated Press que Pyongyang está disposto a interromper seus testes nucleares em troca do fim dos exercícios militares conjuntos entre EUA e Coreia do Sul. O ministro disse ainda que Washington é o grande responsável pelo programa nuclear de seu país.

    Hoje, o presidente dos EUA Barack Obama declarou não confiar nas promessas de Pyongyang.

    Tema:
    Crise nuclear das Coreias (56)
    Tags:
    propostas, conflito, Liu Jieyi, Pyongyang, Coreia do Norte, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar