18:35 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    O Chanceler russo Sergei Lavrov e o seu homólogo chinês Wang Yi

    Lavrov: Só diálogo direto para resolver questão das ilhas no mar do Sul da China

    © Sputnik/ Yevgeny Biyatov
    Mundo
    URL curta
    3907100

    O chanceler russo, Sergei Lavrov, confirmou que a questão sobre a pertinência das ilhas do mar do Sul da China deve ser resolvida através de diálogo direto.

    “Nós discutimos a situação no mar do Sul da China, a postura da Rússia é invariável: o conflito não dever ser internacional, ninguém dos países terceiros deve se envolver… Todos os problemas que surgirem serão resolvidos através de diálogo direito”, disse Lavrov em uma entrevista coletiva após negociar com o seu homólogo chinês, Wang Yi.

    Durante as conversações, o chanceler chinês declarou que os países fora de área aquática em questão não deveriam desestabilizar o ambiente, senão desempenhar um papel construtivo.

    O presidente chinês Xi Jinping passeia acompanhado pelo presidente russo Vladimir Putin, presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye e presidente do Cazaquistão Nursultan Nazarbayev na Porta de Tianamen, no dia da parada militar em homenagem aos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial, Pequim, China, 3 de setembro de 2015
    © REUTERS/ Xinhua/Liu Weibing
    Vários países, incluindo a China, o Japão, o Vietnã e as Filipinas, têm desacordo sobre as fronteiras marítimas e zonas de influência no mar do Sul da China e mar da China Oriental. A China acredita que certos deles, como as Filipinas e o Vietnã, aproveitando o apoio dos EUA, escalaram a tensão na região. Em janeiro de 2013, as Filipinas contestaram unilateralmente as reclamações da China para uma série de territórios no mar da China do Sul no Tribunal Internacional do Direito do Mar, mas Pequim se recusou oficialmente a abordar essas questões no âmbito jurídico internacional.

    Mais:

    Xi Jinping: China não permitirá uma guerra na península da Coreia
    Capacidade militar de China e Rússia preocupa Pentágono
    China convoca União Europeia a não intervir na vida de Hong Kong
    Tags:
    ilhas, Wang Yi, Sergei Lavrov, Mar do Sul da China, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik