15:08 19 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0102
    Nos siga no

    A Sérvia não intenta se juntar à OTAN, abandonando a sua neutralidade, disse o ministro da defesa sérvio, Zoran Djordjevic, na V Conferência sobre a Segurança Internacional (MCIS na sigla em inglês) que está tendo lugar nesta quinta-feira em Moscou.

    A neutralidade militar da Sérvia foi consagrada em 2007 por resolução parlamentar.

    Em fevereiro, o presidente sérvio Tomislav Nikolic assinou a confirmação de um plano de cooperação com a OTAN, causando uma série de protestos contra a OTAN e apelos para realizar um referendo sobre a possibilidade de a Sérvia se juntar à aliança.

    “Quero reiterar que a Republica da Sérvia não mudou e não intenta mudar a neutralidade militar, o que foi declarado inequivocamente”, declarou Djordjevic na MCIS.

    Desde 2014, a OTAN tem vindo fortalecendo a sua presença na Europa, nos países europeus orientais, fronteiriços com a Rússia, em particular, usando como pretexto a alegada interferência de Moscou na Ucrânia.

    Mais:

    Sérvia quer estar na UE sem negar cooperação com Rússia
    Presidente da Sérvia: Acordo com OTAN não significa mudança da política de neutralidade
    Tags:
    Sérvia, Rússia, Ucrânia, Europa Oriental, Tomislav Nikolic, OTAN, referendo, neutralidade
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar