03:27 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Síria, Bashar Assad dá entrevista à BBC em Damasco

    De vento em popa: É por isso que Assad está 'em alta'

    © AP Photo / SANA, File
    Mundo
    URL curta
    17291

    Os desenvolvimentos recentes, inclusive as eleições parlamentares realizadas com sucesso, mostram que Bashar Assad está em alta, opinou o advogado e escritor francês Olivier d'Auzon.

    O escritor afirma que o presidente sírio conseguiu sobreviver contra todos os obstáculos pelo fato de o Exército Árabe Sírio (EAS) já estar por vários meses registrando vitórias na luta contra os terroristas. 

    O mais notável foi a libertação da Palmira em 27 de março. Desde esta vitória, o exército tem prestado atenção especial à área perto de Damasco, além das províncias de Aleppo, Latakia e Homs.

    Ao mesmo tempo, as autoridades da Síria continuam modernizando e reorganizando as suas Forças Armadas.

    "Caso as forças lideradas por Damasco tomem o controle da [cidade de] Aleppo, toda a 'Síria útil' será libertada dos terroristas", escreveu d'Auzon na edição em francês do Huffington Post.

    Por "Síria útil", uma noção de origem francesa, se considera geralmente a área que se estende paralelamente à costa síria e ao longo das montanhas a oeste de Damasco, a zona mais fértil. Cabe mencionar que Aleppo é a maior cidade do país.

    No fundo de tudo o que acontece atualmente na Síria, a recente rodada de negociações em Genebra, iniciada em 13 de abril, tem se focado especialmente na transição política, governança e adoção de uma nova Constituição síria.

    Deste modo, os recentes desenvolvimentos garantiram um impulso favorável aos representantes do governo sírio na mesa das negociações em Genebra, ao mesmo tempo que um dos maiores grupos da oposição, o Alto Comitê de Negociações (ACN), "parece mais fraco", opina d'Auzon.

    A próxima rodada de negociações sobre a resolução da crise síria será realizada em maio, mas ainda não foi divulgada a data certa.

    Tags:
    exército, opinião, negociações, Bashar Assad, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar