02:44 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Imigrantes na fronteira entre Grécia e Macedônia

    Grécia: Polícia usa gás lacrimogênio em acampamento com crianças refugiadas

    © REUTERS / Alkis Konstantinidis
    Mundo
    URL curta
    305
    Nos siga no

    A polícia grega lançou gás lacrimogêneo contra manifestantes no campo de refugiados de Moria, na ilha de Lesbos, segundo relatos nas redes sociais. Segundo testemunhas, os distúrbios, que deixaram vários feridos, começaram depois que um policial espancou uma criança.

    ​Uma mensagem no Twitter afirma que os refugiados “tomaram” o campo gritando "liberdade, liberdade", por meio do sistema de megafones do local. Uma foto postada na rede social parece mostrar um grande incêndio no acampamento.

    ​Conforme relatado pela polícia local à agência EFE, os confrontos começaram na seção onde residem os menores desacompanhados, quando os refugiados abriram um buraco na cerca que os separava dos demais detidos e exigiram a sua libertação.

    ONGs estão evacuando o acampamento, de acordo com o jornalista independente Andrew Connelly, citado pela RT.

    Protestos e violência tornaram-se comuns na Grécia, onde mais de 50.000 refugiados ficaram presos desde que a Macedônia e outros países dos Balcãs fecharam suas fronteiras em fevereiro. Um dos acampamentos foi recentemente descrito como a "Dachau moderna" pelo ministro grego do Interior, Panagiotis Kouroumplis.

    Mais:

    Grécia pede ajuda da OTAN para conter fluxo de refugiados
    Refugiados se recusam a trocar Grécia por Letônia
    Mais de meio milhão de refugiados chegaram à Grécia fugindo da guerra e agora do frio
    Tags:
    Dachau, gás lacrimogêneo, crise migratória, acampamento, campo de refugiados, fronteiras, protestos, crianças, polícia, refugiados, direitos humanos, Panagiotis Kouroumplis, Moria, Lesbos, Grécia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar