08:43 26 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Militares norte-americanos

    Pentágono: Soldados dos EUA não participarão de combates diretos na Síria

    © AFP 2018 / Nikolay Doychinov
    Mundo
    URL curta
    22012

    Os 250 militares americanos que serão enviados para a Síria para lutar contra os terroristas do Daesh, provavelmente, não participarão de combates diretos na região, segundo afirmou nesta segunda-feira, em coletiva de imprensa, o porta-voz do Pentágono, Peter Cook.

    "Eles darão apoio às forças locais em solo. A ideia é a de que eles não participem de combates diretos, eles não ficarão na linha de frente", disse Cook, comentando o anúncio feito mais cedo pelo presidente dos EUA, Barack Obama.

    O funcionário da Defesa americano frisou, no entanto, que, em caso de necessidade, os soldados poderão "se defender". 

    Além de apoiar as Forças Democráticas Sírias e "uma série de outros grupos", de acordo com Cook, esses militares também terão a função de auxiliar a coalizão internacional liderada pelos EUA em seus ataques aéreos no país. 

    Mais:

    Damasco envia pedido de ajuda à ONU para combater terrorismo na Síria
    Sigilo: Pentágono não comenta diálogo com Moscou sobre envio de seus militares à Síria
    Moscou constata degradação do diálogo pela paz na Síria
    Kremlin: diferente dos EUA, presença militar da Rússia na Síria é legítima
    Tags:
    militares, Defesa, Pentágono, Barack Obama, Peter Cook, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik