10:00 21 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Segundo a ONG Portas Abertas, 4.028 cristãos foram mortos na Nigéria em 2015

    Ativistas denunciam violência contra cristãos na Nigéria

    © AFP 2017/ AFP/PIUS UTOMI EKPEI
    Mundo
    URL curta
    131901

    A ONG Portas Abertas denunciou nesta segunda-feira a existência de uma violência contínua contra a população cristã no norte da Nigéria, que já provocou milhares de vítimas, colocando em jogo a sobrevivência da Igreja nessa região.

    "Quando nós citamos os cristãos perseguidos, pensamos no Oriente Médio, no que se passa na Síria e no Iraque. Mas a África é o segundo foco da perseguição mundial, e o primeiro no que diz respeito ao número de cristãos assassinados, principalmente na Nigéria", explicou o diretor das Portas Abertas na França, Michel Vardon, durante uma coletiva de imprensa em Paris. 

    Ao menos 7.100 cristãos foram mortos no mundo em 2015 "por razões ligadas à sua crença". Desses casos, 4.028 foram registrados na Nigéria, segundo o relatório anual da ONG, que publica todos os anos, desde 1997, um levantamento sobre a perseguição a esse grupo religioso.

    Mais:

    Paquistão prepara ofensiva paramilitar no Punjab após massacre de cristãos na Páscoa
    Patriarca Kirill chama Rússia de ‘força defensora’ de cristãos de todo o mundo
    Vilarejos cristãos são libertados da ocupação violenta do Daesh na Síria
    Tags:
    perseguição, cristãos, religião, Portas Abertas, Michel Vardon, Oriente Médio, França, Paris, Iraque, Síria, África, Nigéria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik