12:00 16 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Angela Merkel, chanceler da Alemanha

    Merkel diz que líderes mundiais já reconhecem fragilidade da trégua na Síria

    © AFP 2018 / Fredrik von Erichsen
    Mundo
    URL curta
    105

    Os líderes da Alemanha, EUA, Grã-Bretanha, França e Itália reconhecem que a trégua na Síria é frágil e requer uma solução política para o conflito. Quem afirma é a chanceler alemã, Angela Merkel, ao falar com repórteres após a conclusão da reunião da "cúpula dos cinco".

    "Sobre a Síria, nós compartilhamos a visão de que estamos muito preocupados que o cessar-fogo seja frágil e, portanto, é parcialmente violado, e que a solução deve situar-se nas negociações políticas em Genebra, para podermos chegar a uma solução política", disse Merkel.

    O regime de cessar-fogo na Síria entrou em vigor em 27 de fevereiro. O acordo de trégua não contempla organizações terroristas como Daesh (Estado Islâmico) e Frente al-Nusra, entre outros grupos reconhecidos pelo Conselho de Segurança da ONU como organizações terroristas. 

    O porta-voz do presidente da Rússia, Dmitry Peskov, por sua vez, também declarou que Moscou tem constatado com grande preocupação uma deterioração na situação envolvendo o diálogo pela paz na Síria.


    Mais:

    Moscou constata degradação do diálogo pela paz na Síria
    Síria quer participação da Rússia no seu setor de petróleo e gás
    Kremlin: diferente dos EUA, presença militar da Rússia na Síria é legítima
    Coerência surpreendente: Casa Branca confirma envio de 250 militares à Síria
    Roubo de petróleo é a principal fonte de receitas dos jihadistas na Síria
    Tags:
    cessar-fogo, trégua, Dmitry Peskov, Angela Merkel, EUA, Rússia, Síria, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik