16:46 20 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    271
    Nos siga no

    No cosmódromo Vostochny vive um gato mas ele terá que encontrar novo dono.

    Um gato passeia pela rua depois da nevasca em Moscou, em 2 de março de 2016
    © Sputnik / Evgueny Odinokov
    O gato vive perto da torre de serviço, a cerca de 100 metros da plataforma de lançamento. Um dos trabalhadores da equipe da construção o abandonou  e agora o gato está procurando novo dono.

    O primeiro lançamento do foguete Soyuz-2.1a com os satélites Lomonosov, Aist-2D e SamSat-218 está previsto para 27 de abril. Os satélites são destinados à realização de experiências científicas e à gestão de pequenos aparelhos espaciais. O primeiro lançamento contará com a presença do presidente russo Vladimir Putin. 

    "O gato conseguirá ver o lançamento do foguete de uma distância segura e depois teremos que procurar um novo sítio para ele viver. Talvez um dos nossos trabalhadores ou um dos moradores da cidade científica de Tsiolkovsky concorde em levá-lo", declarou à RIA Novosti uma fonte que decide o futuro do gato.

    O primeiro lançamento a partir de Vostochny é muito esperado, já que o novo cosmódromo permitirá à Rússia ter acesso independente ao espaço. Atualmente, o país utiliza principalmente a base de lançamentos de Baikonur, no vizinho Cazaquistão.

    Tags:
    gato, cosmódromo, espaço, Centro Espacial de Vostochny, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar