05:47 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Os policiais israelenses protegem a área onde um palestino esfaqueou dois judeus israelenses antes que ele foi morto a tiros fora da Cidade Velha de Jerusalém.

    Recorde de prisão: Israel libera a prisioneira mais jovem

    © REUTERS/ Ronen Zvulun
    Mundo
    URL curta
    1184463

    Israel liberou a menina palestina Dima al-Wawi da prisão no domingo (24) depois de mais de dois meses que ela ficou presa.

    Wawi foi entregue às autoridades palestinas no ponto de passagem no norte da Cisjordânia, comunica a agência de notícias AFP.

    Vestida de uniforme escolar, ela foi presa carregando uma faca em 9 de fevereiro na entrada de um assentamento judaico na Cisjordânia ocupada.

    Uma onda de facadas sacudiu o país desde o outubro passado, deixando 28 israelenses e 201 palestinos mortos. A maioria dos palestinos morreu durante a realização dos ataques.

    Dima al-Wawi se declarou culpada de uma tentativa de homicídio e de posse da faca e foi condenada a quatro meses de prisão em Israel.

    "Ela é a garota palestina presa mais jovem em todos os tempos", publicou o seu advogado no Facebook.

    De acordo com a lei militar israelense, menores de 12 anos de idade podem ser acusados criminalmente. Segundo a agência das Nações Unidas para a Infância, UNICEF, Israel é o único no mundo neste aspecto.

    As prisões de Israel mantêm atualmente cerca de 450 menores de idade palestinos, cerca de 100 dos quais são menores de 16 anos, informa a AFP.

    Mais:

    Turista americano é morto a facadas em Tel Aviv
    Palestino-americano é morto ao tentar esfaquear soldados israelenses
    Tags:
    facada, prisão, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik