09:12 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    CIA

    Ex-funcionária da CIA detida em Portugal pode acabar em prisão italiana

    © AP Photo/ Carolyn Kaster
    Mundo
    URL curta
    1389053

    A ex-agente da CIA pode ser extraditada para Itália na sequência do sequestro de um clérigo egípcio em Milão.

    Segundo o jornal The Washington Post, Sabrina De Sousa, de 60 anos de idade, foi uma dos 26 cidadãos norte-americanos condenados por um tribunal italiano de ter participado em fevereiro de 2003 do sequestro do clérigo egípcio Hassan Mustafa Osama Nasr.

    "Passei anos tentando contestar as acusações contra mim. Agora, quero saber o que acontece, passo a passo, na Itália," disse Sabrina De Sousa disse ao jornal na quinta-feira (21).

    De Sousa, que tem dupla nacionalidade, portuguesa e americana, demitiu-se da CIA em 2009 e mudou-se para Portugal na última primavera.

    A ex-agente da CIA foi detida no aeroporto de Lisboa em um mandado de detenção europeu no outono de 2015. Esta semana, o Supremo Tribunal de Portugal decretou que De Sousa devia ser enviada para a Itália em 4 de maio, disse o The Washington Post.

    De acordo com o jornal, De Sousa afirma que ela não desempenhou nenhum papel no sequestro de Hassan Mustafa Osama Nasr e só forneceu serviços de interpretação durante as discussões da operação, um ano antes do sequestro.

    Depois do sequestro, Osama Nasr foi levado para o Egito onde era suspeito num caso de terrorismo. Ele esteve detido sem acusações formais durante vários anos, durante os quais foi espancado e submetido a choques elétricos.

    Mais:

    Chefe da CIA comenta declarações de presidenciáveis sobre torturas
    Serviços de segurança russos detêm espião ucraniano preparado pela CIA
    Confusão total na Síria: Grupos armados pelo Pentágono combatem protegidos da CIA
    Tags:
    detenção, CIA, Portugal, Itália, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik