11:43 18 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0317
    Nos siga no

    A proposta da criação da esquadra da Aliança no mar Negro, apresentada anteriormente pela Romênia, recebeu o apoio de Kiev.

    O presidente da Ucrânia, Pyotr Poroshenko, declarou estar pronto de incluir navios do país no agrupamneto se a chefia da OTAN favorece a iniciativa.

    "A situação na área de segurança no mar Negro passou por transformações dramáticas e exige novas abordagens, novas iniciativas, novas decisões. Apoiamos a proposta da România de criação da esquadra conjunta da OTAN no mar Negro, à qual estamos prontos de aderir", disse Poroshenko depois do encontro com seu homólogo romeno.

    No início do ano a Romênia ofereceu a seus parceiros na Aliança de criar a esquadra no mar Negro, convidando os EUA, Alemanhã, Itália e Turquia de participar da iniciativa.

    Comentando sobre o assunto, o ex-comandante da esquadra russa na Crimeia almirante Vladimir Komoedov, que preside hoje em dia a comissão parlamentar para assuntos de segurança disse que não vêe sentido nenhum na participação ucraniana nesse agrupamento naval eventual.

    Já o governador de Sevastopol, contra-almirante Sergei Menyailo, chamou a frota ucraniana de "um lastro", que "não conseguirá chegar até as águas territoriais russas em caso de conflito armado".

    Mais:

    Chefe da OTAN destaca importância de comunicação militar com a Rússia
    Rússia: OTAN precisa reduzir atividades militares próximas à fronteira se quiser dialogar
    Conselho Rússia-OTAN: é necessário implementar Acordos de Minsk urgentemente
    Tags:
    Rússia, Ucrânia, mar Negro, Romênia, OTAN
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar